Frases de Santos

Homilia › 22/10/2021

Um Santo incomoda muita gente! Dois Santos incomodam, incomodam muito mais – Pe Leandro Couto

 

View this post on Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Pe Leandro Couto (@frasesdesantos)


ouca em audio:

 

 

A liturgia da palavra de hoje fala de renovação. Renovação no sentido de mudança, de eliminação de tudo o que e mal em nós, para agirmos conforme a vontade de Deus e, assim, trilharmos os seus caminhos. Em outras palavras, somos chamados a conversão.

Paulo procura levar os destinatários da sua carta a refletir sobre a sua condição quando eram escravos do pecado, e sobre aquela em que agora se encontram. 

Para nós, hoje, a realidade não é tão distinta. Não há um passado de impureza e de desordem absoluto e um hoje de santidade e de justiça. Há, sim, um caminho de conversão em ato para nos tornarmos semelhantes a Deus. Por isso, cada dia precisamos pedir a graça do poder da cruz,  invocando o dom do Espírito Santo. 

Ao refletirmos sobre nossa conversão, podemos perceber que ainda caminhamos em passos curtos.  Com isso vemos o quanto Deus é paciente conosco. Mas não podemos nos enganar, pois o Senhor não nos esperará para sempre, pois ele também é justo. 

Deus espera nossa conversão de vida pois,  quer unir-nos a Ele de um modo cada vez mais íntimo e profundo, para que possamos saborear a grandeza da liberdade que nos vem de sermos seus filhos. 

Precisamos entender que quanto mais somos possuídos por Deus, mais estamos livres de tudo. Isto não é compreensível à nossa razão. Só quem o experimenta e vive o pode reconhecer. Veja o exemplo dos santos.

E agora o que devemos fazer?

Se realmente somos Católicos com “C” maiúsculo, precisamos dar passos concretos em direção a Deus, ou seja,  agora, precisamos ir em frente, de acordo com o projeto de Deus, e avançar no caminho que é Cristo. A vida cristã é essa caminhada em Cristo e com Cristo. Mas a vida cristã é também serviço: se antes estávamos ao serviço do mundanismo, da impureza e da iniquidade, agora estamos ao serviço da justiça e da santidade. Quanto estávamos sob o jugo do pecado, éramos «livres no que toca à justiça» (v. 20). Agora, que fomos justificados pelo amor de Deus, por meio da fé, já não somos livres no que se refere à justiça, mas tornamo-nos servos da justiça, isto é, servos de Deus. Por isso, há que servi-l´O.

Se queremos um Brasil mais justo, vivamos a justiça e o amor. Se queremos a paz, busquemos a paz de  Cristo. O Brasil só vai mudar se cada um de nós trilharmos um caminho de santidade…

Mas para isso falta muito ainda… pois não compreendemos o que é ser santo segundo o coração de Deus… Nem por isso podemos desanimar… pois temos os santos e santas da Igreja como exemplo… olhos para eles…

 






Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.