Frases de Santos

Homilia › 19/03/2020

São José é o humilde servo ao qual o Senhor confiou sua casa.

Primeira Leitura: 2 Samuel 7,4-5.12-14.16;

Salmo Responsorial: Sl 88 (89);

Segunda Leitura: Romanos 4,13.16-18.22;

Evangelho: Mateus 1,16.18-21.24

A liturgia da palavra de hoje ilumina as características de São José, homem humilde e silencioso. Ele é descendente de Davi, une Jesus a família de Davi. Por meio do humilde carpinteiro de Nazaré, cumpre-se a profecia feita a Davi: “Tua casa e teu reino serão estáveis para sempre diante de mim, e teu trono será firme para sempre”. (2 Sm 7,16). Portanto, Jesus é o rei messiânico descendente de Davi. José é o colaborador nesse processo, por isso é considerado uma figura importante na Igreja e na devoção popular. Seu exemplo de vida faz com que muitos se identifiquem com ele. É tido como um homem de fé, perseverante e, sobretudo, justo. Pai de família exemplar. A justiça é a qualidade mais destacada de São José.  A este homem justo foi confiado a missão de esposo virgem da mais excelsa criatura, e de pai virginal do filho do Altíssimo. E justo no sentido pleno da palavra que significa virtude perfeita, santidade.

José não é pai natural de Jesus, porque não comunicou a vida, mas é pai virginal, missão esta confiada por Deus. Como pai adotivo, lhe dá o nome, um sobrenome de família, protege-o, provê ao seu sustento.

Podemos perceber que toda vida de José foi um grande ato de fé e obediência, nas mais obscuras e difíceis situações. Ao tentar fugir para proteger Maria, recebe a visita de um anjo pedindo para não temer em receber maria por esposa, pois, “o que nela se gerou é obra do Espirito Santo” (Mt 1,20); pouco depois do nascimento do menino Deus, recebe a ordem: “Levanta-te, toma o menino e sua mãe, e foge para o Egito” (Mt 2,3); mais tarde o anjo lhe diz: “Vai para terra de Israel” (Mt 2, 20). Imediatamente obedece. Não reclama, não põe dificuldades, não pede explicação. Totalmente disponível para Deus, sempre atentos aos seus sinais. Um homem de profunda intimidade com Deus. Vive verdadeiramente o primeiro mandamento, ama a Deus com todo o coração, com toda alma, com toadas as forças.

Diante de tudo que aprendemos hoje com José, devemos colocar em pratica agora. Que sejamos homens e mulheres de fé, obedientes aos mandamentos do senhor. É preciso estar atento aos sinais dos tempos, saber como José responder ao senhor com fidelidade.

E que nestes tempos difíceis de pandemia, possamos aprender com São José patrono da Igreja a sermos mais Igreja. Igreja a partir de seu exemplo de fidelidade a Deus.

Tags:

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.