Frases de Santos

Formação › 28/11/2020

O Mistério Pascal também se realiza na Liturgia

 

Ao falar da natureza da liturgia o Vaticano II nos recorda que toda história da salvação foi realizada e concretizada em Jesus Cristo por meio de seu Mistério Pascal, ou seja, por meio de sua morte e ressurreição, e afirma que por meio deste mistério se realizou a redenção humana e a glorificação de Deus[1]. “Ninguém duvida de que a Liturgia seja memória da obra da salvação, pela qual Deus redimiu o mundo. Isso vale não apenas para a missa e para esta celebração da morte e ressurreição do Senhor, mas diz respeito a toda história de Deus com os homens, desde a criação do mundo até a última vinda do Senhor na glória, que será o fecho definitivo da história[2]. Na sagrada liturgia vamos recordar todos os feitos de Deus na história da salvação, principalmente, o memorial do Mistério Pascal de Cristo.

O amor de Deus é manifestado de forma concreta a partir do no Novo Testamento. Pois. Deus se faz carne e habita entre nós. Deus vem ao encontro de seu povo de forma mais concreta ao se encarnar e nos revelar o seu rosto em Jesus Cristo.

Pelo fato do Mistério Pascal de Cristo ser o centro da economia da salvação o Concilio Vaticano II, também afirma que:

Esta obra da Redenção humana e da perfeita glorificação de Deus, da qual foram preludio as maravilhas divinas operadas no povo do Antigo Testamento, completou-a Cristo Senhor, principalmente pelo mistério pascal de Sua sagrada Paixão, Ressurreição dos mortos e gloriosa Ascensão. Por este mistério, Cristo, ‘morrendo, destruiu a nossa morte e ressuscitando, recuperou a nossa vida’. Pois do lado de Cristo dormindo na cruz nasceu o admirável sacramento de toda Igreja”[3].

O ponto culminante da história da salvação é o Mistério Pascal de Cristo, Paixão, Morte e Ressurreição, aqui se cumpre a vontade de Deus pai em salvar toda humanidade. Ao afirmar que “do lado de Cristo dormindo na cruz nasceu o admirável sacramento de toda Igreja”[4], podemos dizer que este mistério de Salvação continua na Igreja de Cristo de forma visível na sagrada liturgia.

Deus vem ao encontro de seu povo por meio da Encarnação do Verbo, manifestando todo o amor do Pai pela humanidade, de forma bem intensa em seu Mistério Pascal. São João Paulo II também afirma queo Mistério Pascal é o ponto culminante da revelação e atuação da misericórdia, capaz de justificar o homem, e de restabelecer a justiça como realização do desígnio salvífico que Deus, desde o princípio, tinha querido realizar no homem e, por meio do homem, no mundo, Cristo, ao sofrer, interpela todo e cada homem e não apenas o homem crente”[5]. Como podemos ver toda centralidade da história da salvação está no Mistério Pascal de Cristo. A partir deste mistério se desenvolve todo pensamento cristão e, inclusive, a centralidade deste mistério na liturgia onde aparece a grandeza da Páscoa.

 

Pe. Leandro Couto

 

___________________________________________________

[1] Cf. SC 5.

[2] Gregório LUTZ, O que é liturgia: A natureza da liturgia à luz da constituição sobre a Sagrada Liturgia do Concílio Vaticano II. 2003, p. 9.

[3] SC 5.

[4] SC 5.

[5] DMi 7.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.