Frases de Santos

Formação › 15/11/2020

O MISTÉRIO PASCAL NO NOVO TESTAMENTO

 

 

Na série de post’s que veremos a partir de agora, tendo como fio condutor o Mistério Pascal de Cristo, faremos uma síntese da história salvífica por meio de Cristo, também retomaremos o tema da revelação, pois, no Primeiro Testamento temos diversas manifestações de Deus, ou seja, Deus falou a seu povo, por meio dos Juízes, profetas e sacerdotes, usou de palavras humanas, sonhos e mensageiros. Também notamos uma interação nos rituais do Templo e outras ações cultuais. O que ficou mais evidenciado foi a manifestação de Deus por meio de sua palavra, seja na tradição oral ou escrita. Também levaremos em conta o fato de que o Primeiro Testamento não foi superado, pelo contrário, existe uma linha de continuidade na História da salvação, pois tudo o que foi revelado no Primeiro Testamento, cumpriu-se no Novo Testamento, pois o que era Verbo, agora se faz carne e habitou entre nós. 

O “Mistério Pascal” sendo o centro de toda História da Salvação e de toda Teologia, abordaremos o tema da Liturgia como local do encontro de Deus com seu povo a partir da encarnação do Verbo, Deus se auto revela em Jesus, para nos salvar. Também apresentaremos alguns pontos importantes em relação a encarnação e a revelação. Por fim, trabalharemos o tema de “pentecostes”, pois, toda liturgia cristã, está intimamente ligada ao mistério de pentecostes.

 

Pe. Leandro Couto

Comunidade Canção Nova

 

Leia Também:

 

9º – Relação Homem e Deus: Acesso à realidade de Deus, Parte II

 

8º – Relação Homem e Deus: Acesso à realidade de Deus, Parte I

 

7º – A ação reveladora de Deus na História da Salvação, Parte II

 

6º – A ação reveladora de Deus na História da Salvação, Parte I

 

5º – A Criação como origem permanente da Salvação, Pate II

 

4º – A Criação como origem permanente da Salvação, Pate I

 

3º – Homem e Mulher os Criou (Gn 1,27)

 

2º – Manifestação do amor de Deus por meio da criação

 

1º – Liturgia: Mistério Pascal na história da salvação

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.