Frases de Santos

Formação › 24/11/2021

O Dom do Conselho

    Consideração, Bom Senso, Prudência e outros

    O Dom do Conselho significa: consultar, discernir, opinar, propor, recomendar, considerar, usar de bom senso, arrazoar. No sentido moral, significa uma orientação destinada a superar situações complexas que geram perplexidade interior. Todos nós precisamos de bons conselhos, porque ninguém e bom juiz em causa própria.

    O livro da Sabedoria diz que “Deus tudo faz com número, peso e medida” (cf. Sb 11,20), tudo revela a sua sabedoria. Deus é providente, Ele providencia os meios para que cada criatura chegue retamente ao seu fim devido.

    Quando estamos diante de uma tarefa difícil ou mais exigente o processo de decisão é mais difícil e mais consciente; a mente se esforça mais para buscar a solução mais adequada. Então é necessário recorrer ao conselho de outra pessoa mais experimentada.

    O dom do Conselho permite ao cristão tomar as decisões oportunas sem o cansaço e a insegurança que muitas vezes experimenta nas horas difíceis da vida, especialmente para que se comporte à altura da sua vocação de filho de Deus. Isso às vezes exige audácia ou coragem.

    A criatura, limitada como é, nem sempre sabe o que decidir diante do presente e do futuro. Então, pelo dom do Conselho o Espírito Santo inspira a reta maneira de agir no momento oportuno. A Escritura diz que “Todas as coisas têm o seu tempo, e tudo o que existe debaixo dos céus tem a sua hora…” (Ecl 3, 1-8); fora desse momento preciso, o que é oportuno pode tornar-se inoportuno; nem sempre é fácil discernir se é oportuno falar ou calar, ficar ou partir, dizem sim ou dizer não. É precisamente para superar estas dificuldades que o Espírito nos move pelo dom do conselho.

    O Papa Francisco ensina-nos que, para cultivar este dom, é preciso vida de oração. “A condição essencial para conservar este dom é a oração. Sempre voltamos ao mesmo tema: a oração! Mas é tão importante a oração. Rezar com as orações que todos nós sabemos desde criança, mas também rezar com as nossas palavras. Rezar ao Senhor: ‘Senhor, ajuda-me, aconselha-me, o que devo fazer agora?’. E com a oração abrimos espaço, a fim de que o Espírito venha e nos ajude naquele momento, aconselhe-nos sobre o que nós devemos fazer. A oração! Nunca esquecer a oração. Nunca!”

    E continua, “é o Espírito que nos aconselha, mas nós devemos abrir espaço ao Espírito, para que possa nos aconselhar. E abrir espaço é rezar, rezar para que Ele venha e nos ajude sempre”.

     

    Fonte:

     

    AQUINO, Felipe. http://cleofas.com.br/o-dom-do-conselho/

    CARREIRA, Dom Joaquim Justino. Trevas ou Luz: Os pecados Capitais e os Dons do Espirito Santo. AIS, São Paulo. 2011.

    Papa Francisco: https://noticias.cancaonova.com/especiais/pontificado/francisco/catequese-com-o-papa-francisco-70514/






    Deixe o seu comentário





    * campos obrigatórios.