Frases de Santos

Notícias › 13/01/2021

Nomeações do Papa para o Brasil: Jequié (BA) e Lorena (SP) têm novos bispos

As nomeações foram divulgadas pela Sala de Imprensa da Santa Sé (Vatican Media)

 

Nesta quarta-feira (13), Francisco fez duas nomeações para o Brasil. Na Bahia, o Pontífice transferiu dom Paulo Romeu Dantas Bastos da diocese de Alagoinhas para ser o novo bispo em Jequié. Já em São Paulo, o Papa nomeou dom Joaquim Wladimir Lopes Dias como novo bispo da diocese de Lorena, transferindo-o da diocese de Colatina (ES).

Andressa Collet – Vatican News

Ouça a reportagem e compartilhe

O Papa Francisco nomeou bispo da diocese de Jequié, na Bahia – cidade a 365 km de Salvador e com mais de 150 mil habitantes, dom Romeu Dantas Bastos, transferindo-o da diocese de Alagoinhas (BA). Em 7 de janeiro, a comunidade de Jequié celebrava uma missa em ação de graças pelos 42 anos de instalação canônica da diocese e pelos 42 anos de ordenação episcopal do bispo emérito, dom Cristiano Jakob Krapf.

Dom Romeu era bispo de Alagoinhas

O novo bispo da diocese de Jequié (BA), dom Paulo Romeu Dantas Bastos, nasceu em 20 de agosto de 1955 em Nova Soure (BA). Ele iniciou os estudos de Filosofia na Universidade Católica do Salvador (BA) e concluiu no Instituto de Filosofia e Teologia de Barra (BA). Estudou Teologia na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Em 18 de maio de 1985, foi ordenado sacerdote para a diocese de Barreiras (BA), onde desempenhou os seguintes cargos no Estado da Bahia: vigário paroquial do Sagrado Coração de Jesus em Formosa do Rio Preto (1984-1985); administrador paroquial de São Sebastião em Barreiras (1986-1987) e de Senhora Santana em Riachão das Neves (1987-1991); pároco da Catedral de São João Batista em Barreiras (1992-2002); coordenador da Pastoral Diocesana (1987-1996); coordenador da Pastoral da Juventude (1987-1996); e vigário geral (1997-2002).

Em 24 de abril de 2002, foi nomeado bispo de Alagoinhas (BA) e recebeu a ordenação episcopal em 27 de julho do mesmo ano.

A nomeação para Lorena

Nesta quarta-feira (13), o Papa Francisco também nomeou o novo bispo para a diocese de Lorena, em São Paulo, um município da região metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte com cerca de 87 mil habitantes. Dom Joaquim Wladimir Lopes Dias foi transferido da diocese de Colatina, no Espírito Santo, para assumir o governo pastoral da diocese de Lorena (SP), que em 2017 celebrou solenemente os 80 anos, numa grande festa em ação de graças.

Dom Joaquim era bispo no Espírito Santo

O novo bispo nomeado para a diocese de Lorena (SP), dom Joaquim Wladimir Lopes Dias, nasceu em 23 de outubro de 1957 em Cafelândia, diocese de Lins, em São Paulo. Estudou Filosofia no Seminário Nossa Senhora do Desterro da diocese de Jundiaí e Teologia no Centro Universitário Salesiano de São Paulo Pio XI. Também conquistou o título de bacharel em Administração de Empresas pela Faculdade de Ciências Econômicas e Administração de Jundiaí.

Em 12 de dezembro de 1997 foi ordenado sacerdote, incardinado na diocese de Jundiaí, onde desempenhou os seguintes cargos: vigário paroquial de São Sebastião em Itupeva (1997-1998); coordenador diocesano do Movimento Cursilhos de Cristandade do Brasil (1997-1998); pároco de São Francisco de Assis em Campo Limpo (1999-2000); pároco de Nossa Senhora da Piedade em Várzea Paulista (2001-2002); vice-Reitor (2003-2006) e reitor do Seminário Nossa Senhora do Desterro (2006-2009); vigário geral (2006-2009 e 2010-2011) e administrador diocesano (2009).

Em 21 de dezembro de 2011, foi nomeado bispo titular de Sita e auxiliar da Arquidiocese Metropolitana de Vitória, recebendo a ordenação episcopal em 4 de março de 2012. Já em 14 de maio de 2014, dom Joaquim foi nomeado administrador apostólico de Colatina e, em 4 de março de 2015, bispo da mesma diocese.

 

via: vaticannews.va/pt

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.