Frases de Santos

Liturgia diária 2

2020 outubro

  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • Sem eventos
  • 2ª-feira da 29ª Semana do TC

      • Primeira leitura
      • Salmo responsorial
      • Evangelho
      • Sabor da Palavra
      Efésios 2,1-10

      Irmãos, 1vós estáveis mortos por causa de vossas faltas e pecados, 2nos quais vivíeis outrora, quando seguíeis o deus deste mundo, o príncipe que reina entre o céu e a terra, o espírito que age agora entre os rebeldes. 3Nós éramos deste número, todos nós. Outrora nos abandonávamos às paixões da carne; satisfazíamos os seus desejos, seguíamos os seus caprichos e éramos, por natureza, como os demais, filhos da ira. 4Mas Deus é rico em misericórdia. Por causa do grande amor com que nos amou, 5quando estávamos mortos por causa das nossas faltas, ele nos deu a vida com Cristo. É por graça que vós sois salvos! 6Deus nos ressuscitou com Cristo e nos fez sentar nos céus em virtude de nossa união com Jesus Cristo. 7Assim, pela bondade que nos demonstrou em Jesus Cristo, Deus quis mostrar, através dos séculos futuros, a incomparável riqueza da sua graça. 8Com efeito, é pela graça que sois salvos, mediante a fé. E isso não vem de vós; é dom de Deus! 9Não vem das obras, para que ninguém se orgulhe. 10Pois é ele quem nos fez; nós fomos criados em Jesus Cristo para as obras boas, que Deus preparou de antemão para que nós as praticássemos.

      Palavra do Senhor.

      Sl 99(100)
      O Senhor mesmo nos fez e somos seus.

      Aclamai o Senhor, ó terra inteira, † servi ao Senhor com alegria, / ide a ele cantando jubilosos! – R.

      Sabei que o Senhor, só ele, é Deus, † ele mesmo nos fez, e somos seus, / nós somos seu povo e seu rebanho. – R.

      Entrai por suas portas dando graças † e em seus átrios com hinos de louvor, / dai-lhe graças, seu nome bendizei! – R.

      Sim, é bom o Senhor e nosso Deus, † sua bondade perdura para sempre, / seu amor é fiel eternamente! – R.

      Lucas 12,13-21

      Naquele tempo, 13alguém, do meio da multidão, disse a Jesus: “Mestre, dize ao meu irmão que reparta a herança comigo”. 14Jesus respondeu: “Homem, quem me encarregou de julgar ou de dividir vossos bens?” 15E disse-lhes: “Atenção! Tomai cuidado contra todo tipo de ganância, porque, mesmo que alguém tenha muitas coisas, a vida de um homem não consiste na abundância de bens”. 16E contou-lhes uma parábola: “A terra de um homem rico deu uma grande colheita. 17Ele pensava consigo mesmo: ‘O que vou fazer? Não tenho onde guardar minha colheita’. 18Então resolveu: ‘Já sei o que fazer! Vou derrubar meus celeiros e construir maiores; neles vou guardar todo o meu trigo, junto com os meus bens. 19Então poderei dizer a mim mesmo: Meu caro, tu tens uma boa reserva para muitos anos. Descansa, come, bebe, aproveita!’ 20Mas Deus lhe disse: ‘Louco! Ainda nesta noite, pedirão de volta a tua vida. E para quem ficará o que tu acumulaste?’ 21Assim acontece com quem ajunta tesouros para si mesmo, mas não é rico diante de Deus”.

      Palavra da salvação.

      “E para quem ficará o que tu acumulaste?”

      A busca desenfreada por riquezas e pelo poder é criticada por Jesus no Evangelho dessa segunda-feira. Desde o projeto inicial da criação fomos criados para o amor-doação, para a partilha. Deus criador de todas as coisas nos entregou toda a criação para que dela cuidássemos e partilhássemos, e espera o mesmo de nossos dons e talentos, que saibamos colocá-los à disposição do próximo, pois fomos criados à sua imagem e semelhança, vocacionados ao amor.

      O desejo desenfreado por posses, que domina ou que tira proveito dos mais fragilizados, é sinal de que não estamos correspondendo a esse Amor tão generoso que recebemos de Deus, é sinal de que o egoísmo se apropriou do lugar de Deus nas nossas vidas. Jesus Cristo nos ensina que a verdadeira felicidade está no Reino de Deus que luta pela justiça, pela paz, pela dignidade e pelo valor da vida humana. Peçamos ao Senhor que nos liberte do egoísmo para nos abrirmos à partilha!

      Reflexão dos Noviços da Província

      Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Curabitur gravida urna in erat pellentesque euismod. Etiam sapien lectus, rhoncus ut arcu sed, tincidunt blandit metus. Nam pulvinar nisi et neque facilisis malesuada. In suscipit tellus at metus efficitur sagittis. Praesent ac augue vitae ligula tincidunt luctus. Sed sapien mauris, malesuada quis quam at, fringilla pulvinar sapien. Morbi malesuada turpis sed dui interdum blandit. Duis rhoncus justo ac hendrerit volutpat. Praesent fermentum venenatis sem quis iaculis. Nulla semper ac dui eu accumsan. Donec ut turpis diam. Donec urna turpis, vehicula id eleifend id, consectetur et neque.

      Ut tempus in quam vel lobortis. Cras in porttitor sem. Praesent vestibulum a ante at accumsan. Quisque interdum massa ultricies maximus tincidunt. Nullam dui mi, fringilla quis tortor sit amet, auctor porttitor eros. Duis quis dolor id ante tincidunt interdum posuere non mi. Morbi maximus dolor eu malesuada tincidunt. Sed feugiat urna sit amet molestie euismod. Suspendisse vitae sagittis turpis. Vestibulum scelerisque semper dui eget fringilla. Curabitur sit amet diam egestas, blandit nulla non, dignissim lorem. Ut purus nisl, volutpat nec iaculis id, viverra eget orci. Suspendisse nec risus vitae metus ultricies ullamcorper.

    • 3ª-feira da 29ª Semana do TC

        • Primeira Leitura
        • Salmo
        • Evangelho
        Efésios 2,1-10

        Irmãos, 12naquele tempo, éreis sem Messias, privados de cidadania em Israel, estranhos às alianças da promessa, sem esperança e sem Deus no mundo. 13Mas agora, em Jesus Cristo, vós, que outrora estáveis longe, vos tornastes próximos pelo sangue de Cristo. 14Ele, de fato, é a nossa paz: do que era dividido, ele fez uma unidade. Em sua carne ele destruiu o muro de separação: a inimizade. 15Ele aboliu a Lei com seus mandamentos e decretos. Ele quis, assim, a partir do judeu e do pagão, criar em si um só homem novo, estabelecendo a paz. 16Quis reconciliá-los com Deus, ambos em um só corpo, por meio da cruz; assim ele destruiu em si mesmo a inimizade. 17Ele veio anunciar a paz a vós que estáveis longe e a paz aos que estavam próximos. 18É graças a ele que uns e outros, em um só Espírito, temos acesso junto ao Pai. 19Assim, já não sois mais estrangeiros nem migrantes, mas concidadãos dos santos. Sois da família de Deus. 20Vós fostes integrados no edifício que tem como fundamento os apóstolos e os profetas, e o próprio Jesus Cristo como pedra principal. 21É nele que toda construção se ajusta e se eleva para formar um templo santo no Senhor. 22E vós também sois integrados nessa construção, para vos tornardes morada de Deus pelo Espírito.

        Palavra do Senhor.

        Sl 84(85)
        O Senhor anunciará a paz para o seu povo.

        Quero ouvir o que o Senhor irá falar: / é a paz que ele vai anunciar; /
        está perto a salvação dos que o temem, / e a glória habitará em nossa terra. – R.

        A verdade e o amor se encontrarão, / a justiça e a paz se abraçarão; /
        da terra brotará a fidelidade, / e a justiça olhará dos altos céus. – R.

        O Senhor nos dará tudo o que é bom, / e a nossa terra nos dará suas colheitas; /
        a justiça andará na sua frente / e a salvação há de seguir os passos seus. – R.

        Lucas 12,35-38

        Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 35“Que vossos rins estejam cingidos e as lâmpadas acesas. 36Sede como homens que estão esperando seu senhor voltar de uma festa de casamento para lhe abrirem imediatamente a porta, logo que ele chegar e bater. 37Felizes os empregados que o senhor encontrar acordados quando chegar. Em verdade eu vos digo, ele mesmo vai cingir-se, fazê-los sentar-se à mesa e, passando, os servirá. 38E caso ele chegue à meia-noite ou às três da madrugada, felizes serão se assim os encontrar!”

        Palavra da salvação.

      • 4ª-feira da 29ª Semana do TC

          • Primeira Leitura
          • Salmo
          • Evangelho
          Efésios 3,2-12

          Irmãos, 2se ao menos soubésseis da graça que Deus me concedeu para realizar o seu plano a vosso respeito, 3como, por revelação, tive conhecimento do mistério, tal como o esbocei rapidamente. Ao ler-me, podeis conhecer a percepção que eu tenho do mistério de Cristo. 5Esse mistério, Deus não o fez conhecer aos homens das gerações passadas, mas acaba de o revelar agora, pelo Espírito, aos seus santos apóstolos e profetas: 6os pagãos são admitidos à mesma herança, são membros do corpo, são associados à mesma promessa em Jesus Cristo por meio do Evangelho. 7Disso eu fui feito ministro pelo dom da graça que Deus me concedeu no exercício do seu poder. 8Eu, que sou o último de todos os santos, recebi esta graça de anunciar aos pagãos a insondável riqueza de Cristo 9e de mostrar a todos como Deus realiza o mistério desde sempre escondido nele, o criador do universo. 10Assim, doravante, as autoridades e poderes nos céus conhecem, graças à Igreja, a multiforme sabedoria de Deus, 11de acordo com o desígnio eterno que ele executou em Jesus Cristo, nosso Senhor. 12Em Cristo nós temos, pela fé nele, a liberdade de nos aproximarmos de Deus com toda a confiança.

          Palavra do Senhor.

          Sl Is 12
          Com alegria bebereis do manancial da salvação.

          Eis o Deus, meu salvador, eu confio e nada temo; † o Senhor é minha força, meu louvor e salvação. /
          Com alegria bebereis do manancial da salvação. – R.

          E direis naquele dia: “Dai louvores ao Senhor, † invocai seu santo nome, anunciai suas maravilhas, /
          entre os povos proclamai que seu nome é o mais sublime. – R.

          Louvai, cantando, ao nosso Deus, que fez prodígios e portentos, / publicai em toda a terra suas grandes maravilhas! /
          Exultai, cantando alegres, habitantes de Sião, / porque é grande em vosso meio o Deus santo de Israel!” – R.

          Lucas 12,39-48

          Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 39“Ficai certos, se o dono da casa soubesse a hora em que o ladrão iria chegar, não deixaria que arrombasse a sua casa. 40Vós também ficai preparados! Porque o Filho do Homem vai chegar na hora em que menos o esperardes”. 41Então Pedro disse: “Senhor, tu contas esta parábola para nós ou para todos?” 42E o Senhor respondeu: ”Quem é o administrador fiel e prudente que o senhor vai colocar à frente do pessoal de sua casa para dar comida a todos na hora certa? 43Feliz o empregado que o patrão, ao chegar, encontrar agindo assim! 44Em verdade eu vos digo, o senhor lhe confiará a administração de todos os seus bens. 45Porém, se aquele empregado pensar: ‘Meu patrão está demorando’, e começar a espancar os criados e as criadas, e a comer, a beber e a embriagar-se, 46o senhor daquele empregado chegará num dia inesperado e numa hora imprevista, ele o partirá ao meio e o fará participar do destino dos infiéis. 47Aquele empregado que, conhecendo a vontade do senhor, nada preparou nem agiu conforme a sua vontade será chicoteado muitas vezes. 48Porém o empregado que não conhecia essa vontade e fez coisas que merecem castigo será chicoteado poucas vezes. A quem muito foi dado, muito será pedido; a quem muito foi confiado, muito mais será exigido!”

          Palavra da salvação.

        • Sem eventos
        • Sem eventos
        • Sem eventos
        • Sem eventos
        • Sem eventos
        • Sem eventos
        • Sem eventos
        • Sem eventos
        • Sem eventos
        • Sem eventos