Frases de Santos

Formação › 16/03/2020

A Verdadeira Teologia Nasce da Igreja

A teologia apoia-se na Palavra de Deus Escrita junto com aSagrada Tradição, e é nestes fundamentos que ela se fortalece e sempre se rejuvenesce, investigando profundamente, à luz da fé, toda a verdade encerada no mistério de cristo. As sagradas Escrituras contém a palavra de Deus. 
No Denzinger encontramos a seguinte afirmação: “O magistério da Igreja e a teologia, mesmo tendo dons e funções diferentes, têm em ultima analise o mesmo fim: conservar o povo de Deus na verdade que liberta, fazendo assim que seja a luz das nações. Este serviço à comunidade eclesial faz com que o teólogo esteja em relação com o Magistério.[1]

Assim vemos que a Teologia nasce da Igreja, não é possível fazer Teologia fora da Igreja. Pois “a teologia é antes de tudo escuta atenta dos testemunhos por meio dos quais nos certificamos da palavra de Deus, recebida na fé da igreja”.[2]

Dom Estevão Bittencourt também define o que é ser teólogo:”O teólogo é um pesquisador ou alguém que procura aprofundar o sentido das verdades da fé reveladas por Deus através dos Patriarcas, dos Profetas e da pregação de Jesus Cristo. Estas verdades estão consignadas na chamada Tradição (= transmissão) oral e nas Sagradas Escrituras. Por isso o teólogo estuda a Bíblia Sagrada e suas ciências auxiliares (a linguística, a arqueologia, a história…) assim como os documentos emanados da Igreja através dos séculos e a Filosofia, a fim de ilustrar e transmitir ao Povo de Deus o conteúdo dos artigos da fé.” [3] (Bettencourt, 2003, p. 7-17)

O primeiro ato do Teólogo é dizer eu creio, pois a Teologia é a fé à procura de certa compreensão. Assim o Teólogo não parte da experiência ou do raciocínio, mas de um ato de fé, fé em Deus que se deu a conhecer, que se revelou aos homens. A partir de sua crença com o auxílio da Filosofia, da ciência bíblica e do magistério chega a suas conclusões.

“A fé em uma verdade particular implica um movimento que transcende o conteúdo formulado da fé. Ela conduz a pessoa à união com Deus, a “Veritas prima”, que até agora, revelando-se, ilumina os corações humanos com a luz de sua presença. A teologia tampouco se detém nas formulações de tradições, símbolos e dogmas, mas mostra o caminho para uma vida iluminada pela luz de Deus que se propaga pelo mundo.”[4]

A razão não é a primeira norma nem o único instrumento para conhecer a as verdades sobrenaturais. A teologia deve partir da matéria doutrinal clara, definida, para explicar o que é obscuro. O teólogo deve sempre voltar às fontes da revelação, pois ao teólogo cabe indicar de que forma encontra-se, explicita ou implicitamente, na sagrada escritura e na divina tradição, o que ensina o magistério.

Pe. Leandro Couto

Referencias

[1] DENZINGER, Heirich. Compêndio dos Símbolos, definições e declarações de fé e moral. Tradução José marino Luz Konings. São Paulo: Paulinas: Loyola, 2007, n. 4875.
[2] WICKS, Jared. Introdução ao Método Teológico. Tradução de Nadyr de Salles Penteado. São Paulo: Loyola, 1999, p. 36.
[3] BITTENCOURT, Dom Estevão. Teólogos e Magistério da Igreja. Disponível em: <http://pt.scribd.com/doc/82508475/314504079> Acesso: 28 de maio de 2013.
[4] WICKS, Jared. Op. Cit., p. 72.

1 Comentário para “A Verdadeira Teologia Nasce da Igreja”

  1. Maria dos Prazeres da Silva disse:

    Excelente! Muito obg.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.